Cimento queimado: guia absolutamente completo!

cimento queimado

Quer incluir o cimento queimado na sua decoração, mas está com várias dúvidas? Saiba tudo sobre o assunto!

De uns anos para cá, o cimento queimado tem aparecido com destaque em projetos modernos e ousados de decoração, ajudando a deixar os ambientes ainda mais incríveis.

Prático, bonito e muito sofisticado, esse revestimento combina com vários estilos decorativos, como industrial, rústico, contemporâneo e muito mais.

Porém, para conseguir um resultado realmente bonito e duradouro é fundamental prestar atenção à alguns pontos, que vão desde a instalação até os cuidados diários.

Você também é fã do cimento queimado, mas está em dúvidas se ele é o mais indicado para a sua casa? Continue a leitura!

O que é o cimento queimado?

Apesar do nome, o cimento queimado não envolve nenhum procedimento com fogo. Na verdade, a “queima” acontece quando se joga o pó de cimento sobre a argamassa mole e úmida. Tradicionalmente, ele é produzido a partir de uma base de cimento, areia e água e finalizado com o pó de cimento.

cimento queimado

Mesmo parecendo simples em um primeiro momento, é muito importante que o profissional que for fazer o cimento queimado tenha cuidado tanto com a aplicação, como com o ambiente.

O piso cimentício pode ser tanto aplicado em contrapisos já existentes como em bases recém-executadas, porém em cada caso é necessário cuidados específicos, principalmente em relação ao tempo de cura da base e do acabamento (que precisam ser diferentes).

Em geral, a proporção da mistura deverá ser de: 1 parte de cimento Portland branco estrutural e 1 parte de pó de mármore ou pó de quartzo. Se a intenção é um cimento queimado colorido, o profissional poderá adicionar pó Xadrez até atingir a tonalidade desejada.

Cimento queimado pronto

Como o cimento queimado virou tendência, a indústria correu atrás para criar opções mais práticas de usar esse revestimento. Hoje, já é possível encontrar misturas semiprontas, com base de cimento, agregados e aditivos.

cimento queimado

Apesar disso, é sempre importante seguir à risca as recomendações do fabricante em termos de dosagem e execução. Existem produtos específicos para pisos, paredes e até fachadas, com uma grande variedade de cores, indo dos mais coloridos até os tradicionais e mais claros.

Aplicação

Para fazer a aplicação, o profissional poderá seguir alguns passos:

  • Limpar o contrapiso, retirando produtos químicos, gorduras e pó.
  • Aplicar uma nata de cimento Portland Comum, adesivo PVA e água.
  • Preferir fazer a aplicação sobre contrapisos porosos e aplicar o acabamento antes da nata secar.
  • Atentar para a massa do cimento queimado que deverá ser úmida e ter uma consistência de pasta homogênea.
  • Após o lançamento, fazer a regularização com a desempenadeira de aço, deixando tudo bem liso e retirando todas as bolhas de ar.
  • A cura do concreto deverá ser feita molhando a superfície logo após a execução do piso. A secagem incorreta pode levar à trincas.
  • Evitar raios solares e ventos nas primeiras 72 horas.
  • Molhar a superfície por mais 4 dias a cada 8 horas.
  • Pode-se adicionar aditivos especiais à argamassa, como impermeabilizantes, aceleradores ou retardadores de pega, etc.
  • Depois de secar, aplicar uma resina para favorecer a selagem e evitar manchas. A resina poderá ser fosca, brilhante ou acetinada.
  • O piso deve ser lixado e regularizado e depois ser limpo, retirando todo o pó.

Quais as vantagens e desvantagens do cimento queimado?

cimento queimado

Vantagens

Optar pelo cimento queimado tem muitos benefícios, como:

  • custo baixo se comparado com outros tipos de revestimentos;
  • aplicação mais simples, podendo ser usado sobre outros tipos de pisos já existentes;
  • aparência moderna;
  • versatilidade;
  • ausência de rejuntes, dando uma sensação de amplitude maior.

Desvantagens

Mas, como em tudo, também existem alguns pontos negativos que precisam ser avaliados, como:

  • se não for impermeabilizado, o cimento queimado poderá ficar poroso, absorvendo sujeira e líquidos;
  • com o tempo, mesmo com os devidos cuidados, é provável que apareçam trincas e manchas;
  • se for molhado, ficará escorregadio;
  • não é muito uniforme.

Quais os principais problemas do cimento queimado e como evitá-los?

cimento queimado

Apesar de parecer simples, o cimento queimado requer mão de obra especializada, justamente para se evitar os problemas mais comuns que podem surgir nesse tipo de revestimento. Veja quais são eles.

Manchas

De modo geral, elas são intrínsecas ao procedimento, já que as áreas que curam mais rápido podem ficar mais claras, enquanto as que demoram mais, podem ficar mais escuras. Assim, as superfícies muito grandes são as mais propensas a essa variação de cor, porque não há como regularizar o processo de secagem.

Trincas

São de longe os problemas que mais incomodam em quem opta pelo cimento queimado. Uma maneira de minimizar essa situação é usando junta de dilatação, com dimensões entre 1,5 m e 2 m. Depois de finalizado, as juntas são praticamente imperceptíveis.

Essas juntas devem ser, preferencialmente, de materiais plásticos e inseridas na base, estando entre 2 a 3 mm acima dela. Outra possibilidade é o uso de ladrilhos hidráulicos ou madeiras, formando “molduras” ou “quadros” e favorecendo a expansão térmica do piso.

cimento queimado

Outro detalhe que pode favorecer o surgimento das trincas é a condição climática no dia da execução. Temperaturas acima de 25ºC e umidade relativa do ar abaixo de 40% são preocupantes porque favorece o surgimento das trincas.

Desprendimento do acabamento

O destacamento da camada de base da argamassa é um problema que também pode aparecer. Para que isso não aconteça, o recomendado é sempre respeitar as regras de aplicação do cimento queimado sobre uma base recém-executada, ou sobre uma base existente (usando a nata de cimento).

Manutenção

Para evitar problemas e manter a beleza do cimento queimado é importante ficar de olho na manutenção.

A camada de resina acrílica à base de solvente e impermeabilizante deve ser aplicada para proteger o piso da ação da água e, de tempos em tempos, recomenda-se aplicar uma cera incolor.

Onde posso usar o cimento queimado?

O cimento queimado é um revestimento muito versátil e que pode aparecer em vários pontos da sua casa. Veja algumas ideias bacanas.

Piso para áreas internas

O piso de cimento queimado traz um toque a mais de modernidade a qualquer ambiente, combinando rusticidade e inovação. Ele pode ser usado nos quartos, salas, halls, cozinha e até nos banheiros e lavabos.

cimento queimado

cimento queimado

Nesses últimos locais, a única ressalva é evitar as áreas do box, porque quando em contato com a água o cimento queimado pode se tornar escorregadio.

Além disso, em geral, o cimento queimado deixa os ambientes mais gelados. Por isso, se você mora em uma região fria é preciso considerar essa característica, investindo em tapetes e outros itens.

Parede

Engana-se quem pensa que o cimento queimado apenas ganha destaque nos chãos das casas. Ele também é ótimo para dar um “up” nas paredes tanto internas, como das fachadas.

cimento queimado

cimento queimado

cimento queimado

Assim, ao invés de optar por papel de parede ou texturas, que tal realçar as suas paredes com o cimento queimado (que é bem mais econômico)?

A sugestão é escolher uma parede que você deseja destacar no ambiente e optar pela técnica.

Colunas, nichos e outros detalhes

Se você não está se sentindo a vontade para criar uma parede inteira usando o cimento queimado, que tal investir nessa transformação para apenas alguns detalhes?

cimento queimado

cimento queimado

Você poderá usar essa ideia para pilares e vigas aparentes de sustentação, colunas, nichos e outros detalhes, inclusive das áreas externas, como na parte da churrasqueira. O resultado será incrível.

Bancada de cozinha e banheiros

Que tal aposentar o granito e ousar na bancada da sua cozinha? O cimento queimado traz uma pegada muito mais jovem e urbana e fica lindíssimo combinado com vários outros materiais, como a madeira, as pastilhas e os azulejos coloridos e até os eletrodomésticos em inox.

cimento queimado

cimento queimado

cimento queimado

Nos banheiros, a mesma ideia pode ser usada, trazendo um toque incrível de sofisticação.

Opções que imitam o cimento queimado

Mesmo com as vantagens que mostramos, você ainda não está seguro se deseja investir no cimento queimado? A boa notícia é que já existem materiais que reproduzem esse revestimento, de maneira muito semelhante, como:

  • porcelanato: ideal para os pisos, evitando as rachaduras tradicionais do cimento queimado e ainda com mais facilidade de manutenção e limpeza (e pode ser usado em áreas molhadas, como dentro do box);
  • tintas: opções bem mais práticas para as paredes, evitando sujeiras e dificuldades na hora de reformar algum cômodo da sua casa.

Inspirações com cimento queimado

Depois de ler este conteúdo, já está convencido de que o cimento queimado é a melhor escolha para a sua casa? Veja mais inspirações incríveis que separamos!

cimento queimado

cimento queimado

cimento queimado

cimento queimado

cimento queimado

cimento queimado

cimento queimado

cimento queimado

cimento queimado

cimento queimado

cimento queimado

cimento queimado

E, então, tirou todas as suas dúvidas sobre cimento queimado? Se você ainda tem alguma, é só deixar um comentário pra gente!

 

Cimento queimado: guia absolutamente completo!
5 (100%) 2 votes

Continue lendo em nosso site: