Piso vinílico na cozinha: dicas imperdíveis de como usar!

Já pensou em usar o piso vinílico na cozinha? Veja algumas dicas e cuidados ao optar por esse tipo de acabamento!

Cada vez mais comum na decoração de casas e apartamentos, o piso vinílico pode ser usado em muitos espaços, entre eles na cozinha, dando mais versatilidade ao ambiente e pesando menos no bolso.

Se você quer deixar a sua cozinha diferenciada, mas não pode gastar muito na reforma, que tal investir no piso vinílico na cozinha? Continue lendo este artigo e saiba as vantagens e os cuidados de investir nessa opção!

O que é o piso vinílico?

O que é o piso vinílico?

O piso vinílico é composto por uma resina de PVC, minerais e aditivos. Justamente por essa composição é que esse piso oferece ótimas qualidades como: conforto, beleza, resistência e boa acústica.

Você poderá encontrá-lo no mercado em 3 versões: manta, régua e placa e a escolha do formato correto dependerá muito de onde o piso será aplicado. Um espaço mais amplo, por exemplo, ficará melhor com um vinílico em régua ou em placa.

Outras características importantes desse tipo de piso são:

  • boa resistência;
  • alta durabilidade;
  • antialérgico;
  • não propaga chamas;
  • bom desempenho térmico e acústico;
  • fácil de limpar.

Quais são os tipos de piso vinílico?

Quais são os tipos de piso vinílico?

Hoje no mercado é possível encontrar basicamente dos tipos de pisos vinílicos: homogêneo e o heterogêneo.

O piso vinílico homogêneo é formado por uma combinação de PVC, plastificantes e minerais. Esses materiais formam uma massa única (daí o nome homogêneo) usada na fabricação desse piso.

A principal vantagem do piso homogêneo é a sua alta durabilidade. Isso porque quando o piso começa a sofrer desgaste ele não é perceptível, uma vez que o material usado na sua fabricação é homogêneo. Assim, a cor permanece a mesma independentemente do tamanho e do desgaste do piso.

Já o piso vinílico heterogêneo é composto de 4 camadas diferentes. A primeira é chamada de base compacta, sobre ela está a segunda camada feita com fibra de vidro (dando estabilidade dimensional ao piso), por cima, na terceira camada, está o desenho impresso e finalizando está a camada superficial, chamada de desgaste.

A vantagem desse piso é o seu aspecto visual que é muito mais interessante, já que possibilita diversos tipos de impressão, sendo por isso esse tipo de piso preferido por aqueles que querem um aspecto visual mais forte nos seus projetos decorativos, como no caso de escritórios e residências.

Porém, ao contrário do piso homogêneo, quando o heterogêneo sofre desgaste é possível notar a diferença entre as cores das camadas, fazendo com que a troca tenha de ser em períodos mais curtos.

Espessura

Outra diferença que você pode encontrar no mercado é em relação à espessura do piso. Normalmente, os modelos de 2 mm e 3 mm são vendidos para uso residencial e os de 5 mm para uso comercial e em pontos com uma circulação mais intensa.

A espessura e a composição são pontos importantes na hora de escolher o seu piso vinílico, porque, caso contrário, é possível que ele fique marcado com saltos e outros objetos pontiagudos.

Piso vinílico na cozinha: é permitido?

Piso vinílico na cozinha: é permitido

O piso vinílico costuma ser aplicado mais em áreas secas, como salas e quartos, mas também pode ser usado em lavabos e até nas cozinhas, desde que alguns cuidados sejam tomados. Veja pontos essenciais que você precisa se atentar:

  • é importante não lavar a cozinha porque a água em contato constante pode fazer o piso vinílico se descolar;
  • se a sua cozinha tem uma movimentação constante de pessoas, opte pelos pisos de alto tráfego, garantindo maior resistência;
  • sempre use tapetes ou passadeiras próximas do fogão e da pia, evitando que a água fique em contato com o piso nessas áreas;
  • use protetores de feltro ou de silicone nos pés das cadeiras, mesas e demais móveis;
  • use apenas panos úmidos e detergente neutro para realizar a limpeza do piso vinílico na cozinha;
  • não lave o piso vinílico na cozinha e quando algum líquido cair sobre ele faça a limpeza imediatamente;
  • mesmo se o piso vinílico na cozinha for clicado, ou seja, possuir um sistema de instalação por meio de encaixe, use cola, ajudando a vedar melhor o encaixe do piso, evitando que a água penetre nas réguas.

Vantagens do uso do piso vinílico na cozinha

Vantagens do uso do piso vinílico na cozinha

O piso vinílico na cozinha possui muitas vantagens interessantes, como:

  • é fácil de limpar;
  • tem uma superfície impermeável, dificultando que substâncias penetrem no seu interior;
  • é fácil de instalar, não necessitando de grandes reformas;
  • pode reproduzir de forma muito natural a madeira ou outros revestimentos;
  • é uma opção mais sustentável já que é produzido com PVC reciclado;
  • existem modelos com tratamentos específicos que repelem a água, fazendo com que esse piso se torne mais resistente;
  • ótima relação custo-benefício;
  • garantia de até 15 anos;
  • combina com diferentes estilos decorativos;
  • pode ter proteção antimicrobiana, evitando o crescimento de fungos e bactérias nocivas a saúde;
  • pode ser instalado em cima do piso já existente, sendo opções incrivelmente rápidas para quem deseja reformar a cozinha;
  • a instalação não faz sujeira e você mesmo poderá aplicá-lo, dispensando os custos adicionais com mão de obra.

Como instalar e cuidar do piso vinílico na cozinha?

Depois de ler os tópicos anteriores, você já está convencido de que o piso vinílico na cozinha é a melhor opção para a sua casa ou apartamento? Então veja algumas dicas preciosas que separamos.

Instalação

Como instalar e cuidar do piso vinílico na cozinha

A instalação do piso vinílico na cozinha é muito fácil e você mesmo poderá fazê-lo. O importante é se atentar para qual modelo você está comprando: régua ou placa, já que cada um conta com uma instalação diferenciada.

O ideal é apostar na instalação em clique que permite o reaproveitamento do piso em outros ambientes e torna o processo mais ágil.

É importante que você faça a instalação vertical à entrada da porta do ambiente. Se você for sobrepor o vinílico a outro piso já existente pense no tipo de piso que ficará por baixo.

A grande parte dos vinílicos cobre praticamente qualquer revestimento, as exceções são: cimento queimado, carpete e madeira. Isso porque você terá marcas no vinílico e o resultado não será bacana.

Para fazer a instalação, você deverá deixar a superfície lisa, limpa, impermeabilizada e nivelada. Normalmente, a instalação demora cerca de 3 dias e é possível ocupar o cômodo na hora.

Cuidados

Como instalar e cuidar do piso vinílico na cozinha

Se você não tem muita habilidade de bricolagem, ou nunca trabalhou com o piso vinílico antes, o mais recomendável é contratar um profissional experiente, garantindo mais beleza e durabilidade ao piso vinílico na cozinha.

O profissional conseguirá avaliar, por exemplo, as condições e o nível de umidade na sua cozinha e tomar cuidados que garantam a durabilidade do seu piso.

Para fazer essa análise de umidade existem muitas técnicas. Uma delas é recortar pedaços de plástico de 40x40cm e deixá-los posicionados em vários pontos do contrapiso por mais ou menos 24 horas.

Depois disso, analise se houve acúmulo de umidade ou de gotículas de água. Se esse for o caso, você deverá pensar no uso de um bom impermeabilizante. Hoje é possível encontrar linhas específicas para ambientes molhados, como as cozinhas.

Como instalar e cuidar do piso vinílico na cozinha

Você também precisará pensar em comprar rodapés ou outros acessórios que tragam ainda mais beleza ao seu piso vinílico.

Na hora de escolher o modelo que mais combine com a sua cozinha, algumas dicas são importantes como considerar o seu estilo decorativo e as cores das paredes e dos móveis.

Os pisos estampados e coloridos costumam ser mais usados em espaços informais, já os que imitam madeira, mármore ou porcelanatos são os mais indicados para a área da cozinha.

Logo após a instalação, você já poderá colocar os móveis no lugar. Essa, inclusive, é uma medida importante, porque o peso dos móveis ajuda a assentar o vinílico.

Limpeza

Como instalar e cuidar do piso vinílico na cozinha

A primeira limpeza deverá ser feita depois de 5 dias da instalação, garantindo que o piso estará firme no local. Depois desse tempo é possível limpar o piso regularmente usando um pano úmido ou uma vassoura de cerdas macias.

É importante evitar o uso de produtos químicos abrasivos, saponáceos, solventes e palha de aço que podem enfraquecer a cola e favorecer a entrada de água.

A textura também é um ponto que contribui para a limpeza, já que os mais lisos retém menos sujeira.

Ideias de piso vinílico na cozinha

Já está convencido de que o piso vinílico na cozinha é uma boa ideia? Então veja algumas inspirações incríveis para a sua casa:

Ideias de piso vinílico na cozinha

Ideias de piso vinílico na cozinha

Ideias de piso vinílico na cozinha

Ideias de piso vinílico na cozinha

Ideias de piso vinílico na cozinha

Ideias de piso vinílico na cozinha

Ideias de piso vinílico na cozinha

Ideias de piso vinílico na cozinha

Ideias de piso vinílico na cozinha

Ideias de piso vinílico na cozinha

Ideias de piso vinílico na cozinha

 

Como você pode notar, o piso vinílico é uma ótima escolha para vários ambientes, incluindo também as áreas molhadas como a cozinha e o lavabo. Contudo é fundamental se atentar bem para a escolha do modelo, a instalação e os cuidados de limpeza, evitando molhar o piso.

Você gostou de saber mais sobre o piso vinílico na cozinha? Se ainda tem alguma dúvida é só deixar um comentário para gente!

Continue lendo em nosso site: